terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Perfeito?!

"O cara perfeito não me deixa louca, porque perdeu a hora com os amigos e esqueceu de dar notícias. Ele manda mensagem até no meio do futebol. Ele nunca cansa de me surpreender. Me manda flores e me enche de chocolates quando eu menos espero, nada de esperar datas comemorativas. Ele se veste bem, conhece bons restaurantes e está sempre disposto a me apresentar algo novo. Não cansa de me elogiar. Não cansa de dizer o quanto sou inteligente, bonita e especial. Ele não olha pra mais ninguém e me ama como se fosse a última pessoa por quem fosse se apaixonar. É intenso e carinhoso. Quase não tem ciúmes.

O cara perfeito é um completo cavalheiro. Adora as minhas amigas, passa horas conversando com a minha família e perde a noção do tempo quando brinca com meus cachorros. Não se atrasa, me enche de mimos e me acha a mulher mais bonita de todas mesmo quando chega de surpresa na minha casa, e me acorda com um beijo no olho. Fala palavrão só quando necessário, e quando fala, faz questão de se desculpar, e abre a porta do carro até quando a gente briga. Peraí, nós não brigamos. Nunca. O cara perfeito me faz a dona da razão, mesmo quando estou errada. Nunca se altera e sequer muda o tom de voz comigo.

O cara perfeito entende a minha tpm louca e não acha que é apenas uma invenção das mulheres. Ele vê comédia romântica no cinema. Aliás, ele vê o filme quando vai pro cinema comigo. Chega desses caras que escolhem o filme pela duração e querem me fazer de protagonista. Ele lembra todos os aniversários de mês de namoro, como se fosse o primeiro filho de um casal, sabe? Ah, como eu poderia esquecer disso... ele quer casar na igreja e ter, pelo menos, dois filhos. E faz questão de pedir a minha mão para o meu pai, como manda a regra.

Não some, não me trai e não me magoa. Parece que ele só dá um passo a frente depois de se certificar que o terreno é seguro para eu passar. Tem mania de proteção, é previsível, larga os amigos quando eu faço charme e não faz sexo, faz amor. Ele não bebe, não fuma e nunca experimentou nenhum tipo de droga. Vai à poucas festas, é caseiro. Prefere cinemas e teatros. Não é muito fã de lugares barulhentos com pessoas suadas e nenhum propósito de vida. Ele lê bons livros, escreve maravilhosamente bem e tem rostinho de menino mais novo, desses que dá vontade da gente colocar no colo e não largar nunca mais. Nenhuma barba, nenhuma história. Como se tivesse feito especialmente para você e ninguém tivesse tido a chance de tocar antes. E quer saber o melhor?
O cara perfeito não existe. Ainda bem, porque ele seria um tremendo porre."
 Extraído de: Apenas mais uma de amor
 

  
E caso existam estes "caras perfeitos", não são por eles quem nos apaixonamos. Vai entender a mente feminina... Se bem que a masculina também é lá essas coisas de entendível. Acho que final das contas, nós seres humanos em geral, independente de gênero, raça, credo, somos seres complicados, complexos demais, mas se assim não fosse a vida não teria graça. E que vida engraçada esta que vivemos! Cheia de encontros e desencontros, cheias de sentimentos que ficam pelo ar sem ser vividos, e vamos vivendo cada coisa sem sentimento (podia ser o contrário não é?)
Esta nossa mania de achar que viver uma grande história, é vivenciar algo semelhante ao que vimos nas telas de cinema, que saco! Vamos abrir os olhos pra ver que essas coisas são mais corriqueiras do que imaginamos (lembrei de um texto agora, mas fica pra outro post), afinal quem nunca teve uma história de amor mal resolvida? A diferença é que nas telas de cinema as pessoas não desistem tão fácil, não são nada práticas. 
Grande história deveria ser assim: Duas pessoas de gênio compatível se encontram, descobrem que têm gostos parecidos, amigos em comum, seus amigos se dão bem, as famílias também se dão bem, estão num mesmo patamar social, profissional. Pronto, estas duas pessoas se unem, vivem bem, são felizes. Não discutem por conta de gosto musical, por conta de amigos, de família, de emprego. Perfeito!... Perfeito?!
Parece coisa de pessoa anti-romântica, mas não se engane, não tenho o "coração gelado" como dizem por aí, tenho é o coração cansado!

(continua... )
 

3 comentários:

Nara disse...

Ai amiga, qtas vezes eu já disse que adoro ler o que vc escreve?! Perdi as contas... bjss

Magda disse...

Amigaaa faço das palavras de nara as minhas, to adorandoooo bjos

Magda disse...

Amigaaa faço das palavras de nara as minhas, to adorandoooo bjos